João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Meu Diário
03/02/2017 11h56
BOLSONARO 4 VOTOS

Se Lula é o 4 dedos, Jair Bolsonaro é o 4 votos. Mas não se iludam: assim como a mão mutilada de Lula o qualifica junto ao povo, esses 4 votos de Bolsonaro o credenciam junto ao seu eleitorado.

Num Congresso desses, fazer apenas 4 votos é sinal de não estar no mesmo time "desses que estão aí", inclusive os do seu partido, o PSC, quem uma bancada de 10 parlamentares. Isso também vale para Luiza Erundina, que vez 10 votos, só que ultrapassando os 6 da bancada do PSol.

Entretanto, só se Bolsonaro construir um partido para chamar de seu, assim como o PSol fez, poderemos ver o real poder de fogo político-eleitoral da extrema-direita no Brasil. Creio que ele supera os 5% de votos e pode chegar até 10%, superando a extrema-esquerda e ficando abaixo do centro, da esquerda e da direita. Bolsonaro, atentem, tem mais viabilidade eleitoral que Temer, mesmo não tendo um partido por trás.

Por outro lado, preocupante foi a votação do deputado André Figueiredo (PDT). Apoiado pelos partidos de oposição e que foram leais à presidente Dilma (com excessão do PCdoB - 12 deputados), fez apenas 59 votos, ficando em terceiro lugar. Não buscou os 83 votos das bancadas que o apoiaram: PT (58), PDT (21) e Rede (4). Levando-se em conta que esses partidos são os contrários as reformas previdenciária e trabalhista, o povão fique atento, pois o mar está para tubarão que come peixe (e gente)...


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 03/02/2017 às 11h56

Site do Escritor criado por Recanto das Letras