Textos


O som de Charqueadas


Da idéia de fazer uma crônica subjetiva sobre a história recente da música popular em Charqueadas, acabei colocando esses áudios aqui no Recanto, a fim de dar pra vocês uma idéia do som que se produziu aqui nos últimos 25 anos.

Com execeção de dois artistas (aqui citados como MPB), deixei o pessoal da música gauchesca e nativista de lado, visto que daria muita coisa e, por outro lado, não tenho em mãos muito material gravado deles. Também o pessoal do samba, do regae e do sertanejo deixei pra outra oportunidade. Centrei, então, no MPB, no pop e no rock daqui destes “pagos carvoeiros” (*).

Os aúdios estão aqui na minha página do Recanto, para os interessados. Abaixo cito os músicos e grupos que separei para este trabalho.

Tem muito mais gente, mas resolvi delimitar um universo representativo dentre aqueles que tem registro gravado, selecionando também a partir do meu gosto pessoal.

 

VOZ ATIVA – (MPB) Grupo de “MPB nativa”, digamos assim, surgida no final dos anos 70. Dele saíram músicos como Alberto André e Paulo Araújo (Alemão), que continuaram depois um trabalho na cena local. Este grupo teve um trabalho de repercussão na região e no estado, colocando até um clip na edição estadual do Fantástico (uma espécie de Teledomingo que havia na época). A canção que coloco nos áudios é Forró Estilizado, a música do tal clip, incluída no compacto em vinil que a banda lançou em 1983 (o primeiro de música jovem gravado na cidade).

 

OS PIONEIROS – (MPB) O nome deste grupo de música regionalista é bem apropriado, pois foi a primeira gravação em vinil de artista local, em 1982, também um compacto em vinil. Selecionei a música A Vida do Mineiro, que fala da dura rotina desta categoria profissional que nas décadas de 70 a 80 foi a base da economia local. Morria muita gente na mina, e a canção retrata bem isso.

 

ALBERTO ANDRÉ – (MPB - Pop) O “Betinho”, ex- integrante do seminal Voz Ativa, toca regularmente à voz & violão nos bares locais e é o artista daqui que mais registros gravados possui. É músico profissional, cantor e compositor, sendo também um grande articulador do movimento cultural e musical da cidade. Estou tocando com ele atualmente. Escolhi músicas dose seus três trabalhos posteriores ao voz ativa: Me Faz Levitar (LP vinil Íntimo – 1991), Lâmina do Aço (CD Outros Tempos – 1998) e Ciça Cecília (CD Bem Simples - 2006).

 

ANDRÉ MILER – (Rock – Pop) Guitarrista e compositor, também toca em bares no esquema voz e violão. Grande instrumentista, já tocou com muita gente por aqui, participando de muitas gravações de outros artistas. Selecionei quatro músicas dele: Espero por ti (CD da Mostra Encanto da Terra – 1999), Inverno (CD II Mostra Encanto da Terra – 2000) e os instrumentais Púrpura e Prelúdio (CD Intrumental – 2001).

 

LUCIANO SOUZA – (Pop) Artista de muita musicalidade, toca vários instrumentos, com destaque para violão e teclados. Também tocou no esquema voz & violão na noite, como músico profissional, e atualmente está em São Paulo, Itú, atuando como o nome de Luciano Belgrado. É um compositor pop de muito talento e criatividade. Separei pra vocês as canções Momento (CD Mostra Encanto da Terra - 1999), Alguém e o Tempo (CD II Mostra Encanto da Terra – 2000) e Canção do Mar (CD Lu Souza – 2004).

 

MANOEL LEONARDO – (MPB) Cantor e compositor há mais de vinte anos participando do circuito de festivais daqui da região, já tocou em conjunto de baile. Separei pra vocês ouvirem Água e Pedra (CD Mostra Encanto da Terra – 1999) e Brasileiro Bacana (CD Brasileiro Bacana – 2001).

 

BANDA POEIRA DA ESTRADA – (Blues) – Muito boa banda, possui canções legais com letras inspiradas. Continua na ativa, tocando na região metropolitana. Separei duas músicas: Homem Ferido (CD II Mostra Encanto da Terra – 2000) e Toda Tua é a Vida (CD Poeira da Estrada – 2002).


PAULO CAMBOIM
- Outro veterano cantor e compositor de Charqueadas, participante ativo de festivais da região. Popularmente conhecido como Paquera.  Coloquei aqui a música Americanos (CD Mostra Encanto da Terra - 1999).


ALEX CAMBOIM
– (MPB) Jovem cantor e compositor nativista e gauchesco, ativo no circuito regional. Vou mostrar pra vocês as canções Um Canto de Paz (CD Mostra Encanto da Terra – 1999) e Traçando Rumos (CD Traçando Rumos – 2000).

 

LOS RODRIGUES – (Punk) Aqui em Charqueadas existe um movimento de punk rock bem ativo e organizado, acontecem shows coletivos com frequência. A banda Los Rodrigues, já extinta, teve uma atuação expressiva no final dos anos 90 e início dos 2000. Legal o som dos caras, cheio de energia. Coloquei aqui pra vocês ouvirem Um Homem Fora da Lei (CD Punkhardcore, Cerveja e Diversão – 2002).

 

THE PUNISHERS – (Punk) Outra banda inativa, mas que tinha um som legal. Coloco aqui porque a música que selecionei é das minhas preferidas, Nunca Fale de Amor Para Mim, do CD da Mostra de Música Encanto da Terra de 1999.

 

FÚRIA DO TEMPO – O pessoal da FDT já não está mais junto. Mas essa música, Milionário de Manhattan, é hilária. Está num CD demonstrativo que eles gravaram em 2003.

 

 

 

(*) – Charqueadas é uma cidade de 35 mil habitantes a 56 KM de Porto Alegre. O povoamento remonta ao século XVIII, mas foi emancipada somente em 1982. Além da atividade que lhe dá nome, a produção do charque bovino, a cidade também teve os ciclos econômicos da extração de carvão mineral (dos anos 50 aos 90) e metal mecânico (à partir dos anos 70 até hoje). O maior pólo prisional do estado está localizado em Charqueadas, com uma população de quase 5 mil presidiários distribuídos em seis estabelecimentos penais. Por tal configuração econômica, a cidade apresenta uma história demográfica bastante dinâmica até hoje. Na década de 70 a cidade teve um crescimento populacional de mais de 150%.


----- * -----


Acessem também:
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=626736 
Triplix de Malu Novo.

João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 22/08/2007
Alterado em 30/08/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr